5 estratégias para deixar a taxa de condomínio mais barata


diminuir a cota condominial

Confira o que é a taxa de condomínio e 5 dicas para diminuir o valor dela.

A taxa de condomínio é uma das variáveis que é analisada na hora da compra de um imóvel e, até mesmo, do aluguel. Essa taxa, quando é mal administrada, pode trazer uma grande dor de cabeça entre os condôminos.

Por isso, no post de hoje vamos entender como funciona a taxa de condomínio e ver cinco dicas para deixá-la mais barata.

O que é a taxa de condomínio?

O Jornal do Síndico explica que a taxa de condomínio (ou taxa condominial) é a cota paga mensalmente pelos usuários do condomínio sejam eles inquilinos ou proprietários (independentemente de o imóvel estar ocupado). Essa taxa é uma forma de contribuição para o custeio das despesas do prédio relacionadas com a manutenção de estruturas, limpeza, pagamento de funcionários e também contas de energia, água, dentre outras obrigações ordinárias.

E como é feito este rateio? O artigo 1.336 do Código Civil deixa claro que é dever do condômino “contribuir para as despesas do condomínio na proporção das suas frações ideais, salvo disposição em contrário na convenção”. Logo, compreende-se que a regra geral para a cobrança da taxa condominial é a modalidade por fração ideal.

Dica 1: Conscientização

Não tem como fugir desta primeira dica: a melhor (e maior) forma para economizar passa pela conscientização dos moradores, principalmente quando o assunto é o consumo de água.

Lembre-se: o gasto de água, no geral, representa um dos custos mais altos em um condomínio.

Dica 2: Eficiência energética

Outra ação que pode contribuir para uma redução na taxa de condomínio é por meio da troca das lâmpadas das áreas comuns por lâmpadas mais eficientes, assim como a instalação de sensor de presença.

Isso tudo também vai contribuir para um gasto menor de energia.

Dica 3: Prevenir vazamentos

Aqui, é muito importante ficar atento a possíveis vazamentos nas tubulações de água e/ou gás. Ou seja, a máxima de que a prevenção é o melhor remédio também contribui para uma economia da taxa de condomínio.

Dica 4: Diminuir Inadimplência

Você sabia que uma parte considerável do valor da taxa condominial considera a inadimplência média para que as despesas possam ser pagas mesmo que alguns moradores não paguem em dia a taxa condominial?

Assim, se forem adotadas ações efetivas voltadas para a diminuição do número de unidades inadimplentes, a taxa de condomínio pode diminuir.

Dica 5: Tecnologia

Utilizar a tecnologia a favor da organização na gestão do condomínio é uma excelente forma para diminuir a taxa de condomínio. A tecnologia ajuda a organizar e a planejar as ações do condomínio utilizando aplicativos próprios, tornando diversas rotinas muito mais precisas e econômicas.

Gostou de saber algumas estratégias e dicas para diminuir a taxa condominial?

Ficou curioso? Fale com um especialista do nosso time. E para continuar conhecendo as novidades para quem cuida, vive ou trabalha em condomínios, acompanhe sempre o nosso blog e também nossas redes sociais, estamos no Instagram, no Facebook e LinkedIn.