Cultura do cancelamento: como ela pode acabar com a sua administradora

Um assunto que tem se tornado comum no mundo das personalidades, políticos e celebridades, a “Cultura do Cancelamento” não se restringe apenas às “pessoas físicas” e, nos últimos anos, tem ganhado mais força no mundo organizacional.

Por isso, no post de hoje vamos entender o que é a cultura de cancelamento e ver quais impactos ela pode causar para uma administradora de condomínios.

Vamos lá?!

O que é, afinal, a cultura do cancelamento?

Com a aumento da conexão entre as pessoas, veio também a maior facilidade de romper esses laços. No ambiente das redes sociais, a cultura do cancelamento é muito comum, especialmente no Twitter e no Instagram. Mas, afinal, o que é cancelar uma empresa?

Aqui, cancelar é sinônimo de boicotar. Assim, uma empresa pode ser cancelada quando faz algo considerado ofensivo, polêmico ou, até mesmo, preconceituoso. Ou seja, é boicotada por tomar uma atitude considerada por parte do público como inaceitável.

O que leva uma empresa a ser cancelada?

A Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje) cita uma pesquisa recente da Porter Novelli sobre a Cultura do Cancelamento Corporativo.

De acordo com a pesquisa, os principais temas que motivam o cancelamento corporativo são:

  • Justiça racial: 70%;
  • Quebra de protocolos da COVID-19: 68%;
  • Imigração: 61%;
  • Mudanças climáticas / meio ambiente: 57%;
  • LGBT+: 57%;
  • Religião: 57%;
  • Política: 54%.

Como a cultura do cancelamento pode afetar as empresas?

Como foi visto, essa cultura do cancelamento pode afetar a todos: desde marcas, empresas, personalidades, governos e, até mesmo, os anônimos.

Do ponto de vista organizacional, isso é preocupante. No passado, as políticas internas das empresas acabavam sendo apenas um tema organizacional. Atualmente, algumas práticas podem ganhar grandes dimensões e extrapolar os limites da empresa.

Portanto, é importante que as administradoras de condomínios estejam atentas. Desta forma, cabe as organizações repensarem suas práticas, inclusive internas. Além disso, é importante evitar situações que podem gerar uma exposição desnecessária para a empresa.

Por isso, é importante que as administradoras de condomínios se adequem a essa nova realidade. E algumas perguntas podem nortear essas decisões:

  • Essa prática é coerente com os dias atuais?
  • Ela é moralmente aceita?
  • Está aderente às demandas da sociedade no geral e do meu público em particular?

Gostou de saber mais sobre cultura do cancelamento? Quer continuar conhecendo as novidades sobre gestão de condomínios? Acompanhe a gente nas redes sociais também, estamos no Instagram, no Facebook e no LinkedIn.

 

Comunicado importante: fusão entre Ahreas e Superlógica

Caros clientes,

Gostaríamos de comunicar uma grande novidade: a fusão entre as empresas Ahreas e Superlógica.

O objetivo é criar uma grande plataforma tecnológica e financeira para transformar a experiência de quem administra, trabalha e vive em condomínios. Com a fusão atingimos 50% do mercado endereçável e temos melhores condições, principalmente de escala, para criar novos produtos e serviços para nossos clientes, as administradoras, atenderem os condôminos aumentando suas receitas.

O portfólio de produtos de Superlógica e Ahreas é bem complementar e, com a fusão, devemos dobrar o investimento nos produtos das duas empresas para torná-los ainda mais competitivos e inovadores.

Não descontinuaremos nenhum produto por entender que cada um atende melhor públicos diferentes.

A consolidação ocorre um ano após a Gosoft e a Athos se unirem criando a Ahreas. Em 2019, a Superlógica se uniu com a empresa líder no mercado condominial na cidade do Rio de Janeiro, a Base Software.

As quatro empresas, agora juntas, reúnem os melhores especialistas do setor em seu quadro de colaboradores, assim como os softwares mais admirados e utilizados do mercado.

Iremos criar uma plataforma nova para que as administradoras consigam atender também às necessidades dos condôminos, gerando novos canais de receita.

Estamos todos muito animados com as novas possibilidades!

Atenciosamente,

Carlos, Luís e Ronaldo (Superlógica)
Cátia, Marcelo, Luiz e Rocha (Ahreas)


Quem é a Superlógica?

Superlógica é uma plataforma financeira e de tecnologia para condomínios e imobiliárias. Localizada na cidade de Campinas, a companhia, que conta com 520 funcionários, transacionou R$14,6 bi em 2020 e tem como principal produto um sistema de gestão. No próprio sistema de gestão é possível que o cliente contrate serviços de pagamento, conta digital, cobrança e crédito. Em 2019 a Superlógica se uniu com o líder no mercado condominial na cidade do Rio de Janeiro, a Base Software. Em 2020, a empresa recebeu um aporte de R$300 milhões para expansão de seus produtos e serviços. O investimento foi feito pelo fundo norte americano de private equity Warburg Pincus.

Serei obrigado a migrar para um outro produto?

Não forçamos, nem forçaremos cliente algum a migrar de produto contra sua vontade.

Como ficará o atendimento?

O atendimento também não mudará. Você continuará sendo atendido pelo mesmo time. Inclusive os atuais sócios da Ahreas continuarão como sócios e diretores da Superlógica.

E o preço?

O preço também não mudará.

Serei obrigado a usar os serviços financeiros do grupo, boleto por exemplo?

O uso dos serviços financeiros e de automação financeira do grupo são opcionais e mantemos o compromisso de oferecer dentro do sistema diversas opções de serviços financeiros, inclusive de concorrentes.

No entanto, nossos produtos financeiros foram idealizados para nosso mercado e eles costumam apresentar enormes diferenciais em relação aos concorrentes genéricos.