Golpe do delivery no condomínio: como funciona e como não cair nessa cilada?


golpe do delivery

Confira o que é o golpe do delivery e como evitar que os condôminos caiam nele

Uma das consequências da pandemia é que as pessoas precisaram ficar mais tempo em casa e, com isso, o aumento de pedidos de comida em casa aumentou. Mas esse maior número de pedidos de delivery trouxe outras consequências, tais como o aumento dos golpes.

Por isso, no post de hoje vamos entender o que é o golpe do delivery, as principais formas e ver como seu condomínio pode se proteger.

Vamos lá?!

A pandemia e o aumento do golpe do delivery

O Procon/SP observou um aumento de 186% nas reclamações sobre golpes aplicados por entregadores de apps de comida, ou seja, o golpe do delivery.

Apenas entre janeiro e maio de 2021 foram registrados 249 atendimentos contra as empresas Ifood, Rappi e Uber Eats. Para ter uma noção em relação ao mesmo período do ano anterior, foram 87 reclamações.

De acordo com as reclamações no órgão, os clientes são cobrados em valores indevidos pelo entregador dos aplicativos e só percebem o golpe após os valores terem sido debitados.

Mas como funciona, afinal, este golpe do delivery que tem se tornado comum em condomínios e nas residências?

Como funciona o golpe do delivery?

De acordo com o Portal Uol há, basicamente, dois modos principais que os bandidos atuam:

  • Pagamento presencial: entregam uma maquininha com o visor danificado (quebrado ou arranhado) e inserem um valor bastante superior ao correto.
  • Pagamento que já foi realizado pelo aplicativo: o entregador alega a necessidade de cobrar uma taxa extra de entrega que, no geral, é baixa. Aí, eles vão passar pela maquininha e acontece o mesmo que na situação anterior: como o visor está danificado, inserem um valor muito mais alto.

O Portal Reclame Aqui traz algumas reclamações dos usuários. Por exemplo, uma consumidora de São Paulo (SP) pontuou que o entregador, ao chegar em seu condomínio, disse que precisava ser paga uma taxa de R$ 4,99 de entrega. Mesmo desconfiada, ela acabou pagando por ser uma quantia baixa. Porém, depois percebeu que havia sido debitado R$ 3.500,00 da sua conta.

Como os condomínios podem se proteger do golpe do delivery?

Neste caso, por mais que o condomínio tenha dispositivos de segurança, tais como câmeras, identificação biométrica, dentre outros, a questão é de conscientização dos seus moradores.

Uma forma é falar para os condôminos sobre esse golpe para que eles fiquem mais atentos. Por exemplo, você pode compartilhar este texto com seus amigos, colegas e vizinhos.

E para continuar conhecendo as novidades sobre condomínios, acompanhe a gente nas redes sociais também, estamos no Instagram, no Facebook e no LinkedIn.